OBJETIVO:
Este curso foi desenhado para preparar o aluno, nos conhecimentos decorativos, científicos e técnicas aplicadas, no desenrolar histórico da produção artística que envolve a memória patrimonial, nos elementos integrados e móveis, observando os elementos mistos e coexistentes nas decorações religiosas, dos templos e residências em coleções particulares, construídos em diversas linguagens, destacando em primeiro momento os retábulos e suas variantes, e em segundo momento os oratórios, momento no qual teremos a prática de Conservação e Restauração, em peça única datada do século XVIII, junto a imagem de São Roque. A proposta didática tem como ponto de partida o reconhecimento de uma obra na linha do tempo, identificando a sua materialidade, em experiência imersiva nos processos criativos do artista ou companhias artísticas, reconhecendo de forma prática as formas elementares e as diversas técnicas empregadas na erudição. Estudaremos e reconheceremos os materiais empregados nas técnicas eruditas, como a talha, base de preparação, punção, pastiglia, douração, policromia, correspondência floral de camarinha nas bases Dresden, Sèvrés e Cia das Índias.
Fomenta-se a capacitação dos alunos para o reconhecimento das técnicas, em sua ambiência, na obra original e seu processo de fatura pelas abordagens cenográficas utilizadas e materiais empregados para a realização artística da época construtiva, preparando o profissional no comportamento científico e prático nas técnicas das ações mecânicas e conceituais pertencentes à área da conservação-restauração de bens patrimoniais. Estimular reflexões para produzir conhecimento científico e desenvolvimento técnico na área é nossa missão.
O aluno, durante este curso, estará inserido em grupo prático de estudo através de estágio voluntário durante a semana em peça original, terá um dia de aula teórica e reflexiva através do estudo de casos e da fundamentação teórica interpretando os autores, que regem nossas ações como profissionais da área e sua multidisciplinaridade.
Essa proposta pedagógica, se transforma a medida que os contatos com conhecimentos necessários às práticas artísticas, propõem diálogos com a obra objeto de estudo em andamento através das obras expostas no complexo das instalações do Museu de Arte Sacra de São Paulo.  Capacita-se, desta maneira, o aluno para a multidisciplinaridade, interdisciplinaridade e transdisciplinaridade em conjunto com a estética e a poética de cada autor, nas áreas do conhecimento técnico/artístico e da Conservação e Restauração do Patrimônio Cultural.


Objetivos específicos:
– Discutir as teorias e filosofias na base ética da conservação e restauro;
– Identificar os materiais utilizados nas artes tridimensionais escultóricas na base criadora;
– Identificar e preparar fórmulas e materiais utilizados nas ações de Conservação e Restauração;
– Interpretar a dinâmica do espaço religioso, suas responsabilidades e sua representatividade;
– Teoria e prática das técnicas e materiais aplicados à fatura dos objetos, em sua plasticidade e características artísticas e poéticas;
– Construção de documentação específica;

– Estágio em espaço colaborativo no museu.


Plano de curso:
Prática e pesquisa, inter e transdisciplinar para aplicação multidisciplinar abordando o uso de materiais nas técnicas de Conservação e Restauração, em acervo religioso patrimonial. Execução de todas as fases da conservação e restauração pertinentes a patologia observada no objeto patrimonial, na diagnose, fase documental e prática construindo o processo ético profissional. Estudo do processo criativo artístico religiosos e regionalizado, bem como os elementos do processo de expressão cenográfica pontuado na linha do tempo. Identificação dos materiais utilizados e aplicados na Conservação e Restauração em procedimentos sobre os suportes mencionados e exercícios com o preparo de fórmulas básicas. Nossas aulas são permeadas por apresentações audiovisuais, estudos de casos e prática direta sobre a obra, aplica-se ainda a ambiência EAD em grupo de rede social com acesso restrito a aulas filmadas ao vivo e disponibilizadas permanentemente em espaço colaborativo.


Conteúdo Programático
– Aplicação da pesquisa e estudo dos fundamentos teóricos e éticos aplicados às ações de conservação e restaurativas de acervos religiosos e colecionista.
– Análises e procedimentos aplicados à obra no campo da Conservação e Restauração, com olhares voltados ao tempo da produção artística e respeito pelo processo artístico, compreendido e selado pelo tempo.
– Prática direcionada a fatura de materiais tradicionais aos contemporâneos, no campo da criação para compreensão das técnicas escultóricas aplicadas.
– Bases de preparação ou aparelhamento de superfície (cargas e aglutinantes)
– Têmperas: preparo de tintas e aplicação na reintegração (cargas minerais, vegetais e aglutinantes)
– Vernizes: preparo e aplicação (resinas e solventes)
– Tipos de ferramentas (pincéis e cerdas; gral e pistilo; etc.)
– Suportes: madeira e elementos mistos agregados.
– A conservação e restauração no entendimento do princípio da reversibilidade.
– Construção de documentação científica.
– Estudo dos processos de construção decorativa tradicional e contemporânea (policromia – aglutinantes e pigmentos – materiais e técnicas aplicadas – bases de preparação – vernizes – estudo colorimétrico).
– Realização e manipulação de material artístico específico.


Metodologia
1. Aulas teóricas e práticas com processo dinâmico na vivência do processo artístico criativo, apropriação do conceito “artesão”; “artista”; “artífice”; “criação”, para compreensão do material artístico.
2. Visitação ao Museu de Arte Sacra para reconhecimento de técnicas tradicionais, no acervo exposto.
3. Manipulação de materiais artísticos tradicionais e contemporâneos e ferramental de procedimentos artísticos.
4. Estudos de casos
5. Textos, livros, blogs, filmes, como auxiliares.
6. Introdução aos conhecimentos da aplicação de ouro falso e da verdadeiro.
7. Vivência inter e transdisciplinar na linha do tempo das áreas estudadas, sua necessidade em ser conservada ou restaurada, sob o ponto de vista da historicidade, ciência, reconhecimento patrimonial de materiais e produção artística empregada nos bens móveis e imóveis.
8. Estudos da fundamentação teórica para a Conservação e Restauração.


Material Necessário por aluno:
– Luva nitrilica
– Pincéis (Tigre 308 nº 0; Condor 421 nº 6 e 12; Tigre 141 nº 4 e 6)


Método Avaliativo
Procedimentos conceituais:
– Produção textual e aprendizagem da redação científica (normas ABNT).
– Dinâmica de equipe e pesquisa.
– Postura e Imagem profissional (Comportamento, EPA* e EPI**).
– Socialização da produção do conhecimento.
* Equipamento pessoal artístico (EPA)
** Equipamento de proteção individual (EPI)


Procedimentos Atitudinais:
– Concentração e atenção.
– Atitude inter e transdisciplinar.
– Conduta científica.
– Relacionamento interpessoal.
– Comunicação virtual para socialização de conhecimento.
– Organização e método no desenvolvimento prático.
– Organização pessoal.


Público Alvo:
Conservadores Restauradores; Arquitetos; Engenheiros Civis; Artistas Visuais; Decoradores; Arte Educadores; Museólogos; Historiadores e demais interessados nesta temática.


Docente
Professora Especialista Marcia Cristina de Almeida Corso, chamada artisticamente de Titina Corso é artista plástica e educadora híbrida, desenvolvendo pesquisa e projetos temáticos, com olhares especiais voltados ao contato com o período Barroco, transdisciplinar nas Artes e Educação Patrimonial. Strictu Senso em TIC’s na educação, Latu Sensu em Metodologia no Ensino Superior, graduada em Pedagogia e Artes Plásticas, especialista técnica em Conservação e Restauração de Arte Sacra. Realizou diversos cursos profissionalizantes na Sociedade Brasileira de Belas Artes (RJ) e Parque Lage (RJ), tendo frequentado ainda a graduação da EBA-UFRJ e extensão artística na Universidade de Évora (Portugal). Atualmente é Professora especialista no Museu de Arte Sacra de São Paulo, exercendo atividade constante como Conservadora e Restauradora de Obras de Arte, especializada em Arte Sacra, na execução e coordenação de diversos projetos do Patrimônio Público Nacional e coleções particulares, atuando também como restauradora e orientadora artística em seu próprio atelier. Na perspectiva acadêmica direciona sua experiência na área artística, com ênfase em Artes Visuais, atuando numa perspectiva de poéticas híbridas nas linguagens bi e tridimensional bem como nas intervenções urbanas. Observando a linha de pesquisa para a criatividade; transdisciplinaridade; TIC´s e também a educação especial. Construção monográfica de mestrado que dialoga com fragmentos ancorados na memória, sussurros que percebidos travam contatos com o sujeito e o aprendizado transdisciplinar.
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/7216478628037513


1 aula por semana – todas as quintas-feiras
Datas: Março: 05, 12, 19 e 26; Abril: 02, 16, 23 e 30; Maio: 07, 14, 21 e 28; Junho: 04, 18 e 25; Julho: 02, 16, 23 e 30.
Horário: das 13h às 17h
Carga horária: 100 horas
Estágio a ser construído durante a semana para estudo imersivo
Estágio obrigatório uma vez por semana: de segunda à sexta – das 13h às 17h.
Vagas: 22
Valor:  R$ 500,00 mensal, caso a opção seja mensal o aluno, no ato da matrícula, deverá fazer o depósito ou transferência. O restante em 04 cheques pré-datados ou pagar no cartão o valor integral – R$ 2.500,00 (parcelado em 04 vezes).
R$ 2.000,00 à vista (depósito ou transferência)
Caso o aluno desista o valor investido não será devolvido, mas poderá indicar outra pessoa.
REGRAS DE CANCELAMENTO AO FINAL DA PÁGINA
Inscrições: mfatima@museuartesacra.org.br
Informações: (11) 5627.5393
Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo
Endereço: Avenida Tiradentes, 676 – Metrô Tiradentes
Ao final do semestre o aluno receberá o certificado de participação.


Antes de fazer sua matrícula no curso, veja abaixo as condições:

→ Cancelamento do curso ou mudança de datas
Se o número mínimo de inscritos não for alcançado ou em caso de imprevistos, o curso poderá ser cancelado ou ter datas e horários alterados. Nesse caso, a equipe MAS entrará em contato com todos os inscritos para informar.

→ Vagas remanescentes e lista de espera
Caso receba um e-mail informando que sua inscrição está numa lista de espera, aguarde o contato da equipe MAS até 07 (sete) dias antes do início do curso. Se não receber o e-mail com as orientações de matrícula dentro deste prazo, significa que não houve nenhuma desistência e que não há vagas remanescentes para do curso em questão.

→ Cancelamento de matrícula
Para cancelar sua matrícula e pedir reembolso do valor pago, envie um email com sua solicitação no prazo máximo de até 07 (sete) dias antes do início do curso. Será devolvido 80% do valor pago.

Se o cancelamento da matrícula for efetuado após o prazo de 07 (sete) dias, não haverá devolução do valor pago, mas o participante poderá indicar outra pessoa para sua vaga, que gozará dos 100% já pagos.

Compartilhar