Entre os meses de maio e julho o Museu de Arte Sacra de São Paulo tem uma programação especial que irá acontecer na Oficina Oswald de Andrade.

Confira, abaixo, a programação e participe:


Palestras:

25 de maio – 11h – “Arte Tumular” (Prof. Drª. Vanessa Beatriz Bortulucce)
O que é arte tumular? De quais maneiras usamos as imagens para refletir sobre a vida, a morte, a memória e o tempo? A palestra pretende apresentar as diversas manifestações de arte tumular em seus aspectos arquitetônicos e escultóricos, com ênfase na cronologia ocidental

Prof. Drª. Vanessa Beatriz Bortulucce é Pós-doutora pelo Departamento de Letras Modernas da FFLCH-USP. Graduada em História pela Universidade Estadual de Campinas (1997), docente do Museu de Arte Sacra de São Paulo.


01 de junho – 11h – “Atravessando o Mar Vermelho: de Moisés aos Houthis” (Plínio Freire Gomes)
Realiza Viagens de Conhecimento, realizando “aulas em campo” para contar a história onde ela aconteceu: entre as ruínas e os monumentos de países como Itália, Índia, China, Japão, Turquia, Marrocos, Tunísia, Jordânia, Líbano e Irã.

Plínio Freire Gomes – É autor de Um herege vai ao paraíso (Companhia das Letras). Mestre em história pela USP, viveu durante dez anos em Florença, estudando o Renascimento; e seis no Oriente Médio, onde pesquisou arte e cultura islâmica.Atua como conferencista no Museu de Arte Sacra, Casa do Saber, outros…


15 de junho – 11h – “O pioneirismo da obra de Claudio Pastro na arte e arquitetura sacras cristãs.” (Profª. Me. Silvana Borges)

A palestra abordará a tradição e modernidade na arte e arquitetura sacra cristãs, com início nos primórdios da organização do espaço sagrado para compreensão do caráter simbólico dos formatos e iconografias que originaram o templo cristão, até a apresentação da proposta de organização do espaço litúrgico a partir do Concílio Vaticano II (1961-1965): o ad fontes e aggiornamento; que no Brasil,  encontrará o pioneirismo da obra de Cláudio Pastro (1948 – 2016).

Profª. Me. Silvana Borges 
Mestre pelo Centro Universitário Belas Artes em São Paulo. Graduada em Arquitetura e Urbanismo, especialista em Conservação e Restauro de Arte Sacra, Arquitetura e Pintura de Cavalete, atuando profissionalmente na preservação do patrimônio artístico e cultural com foco na imaginária sacra (madeira, gesso e terracota), e restauro arquitetônico de pinturas murais.


22 de junho – 10h – “D. Pedro I e a construção do Brasil” (Profª. Dr. Marcos Horácio Gomes Dias)
Dom Pedro I enfrentou diversos desafios como conflitos internos e externos, questões políticas e sociais, além de tentativas de manter a unidade territorial do país. Ele também promoveu reformas políticas e econômicas e participou ativamente da elaboração da primeira Constituição brasileira. Dom Pedro I cumpriu papel fundamental na emancipação política do Brasil em relação a Portugal e na consolidação dos primeiros anos do Império Brasileiro, contribuindo para moldar os rumos políticos, sociais e econômicos do país.

Prof. Dr. Marcos Horácio Gomes Dias é Doutor em História Social pela PUC-SP; Mestre em História Social pela USP; pós-graduado em Arte e Cultura Barroca pelo Instituto de Filosofia, Arte e Cultura da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e Bacharel em Ciências Sociais pela USP. Tem experiência na área de História e Sociologia, com ênfase em História, atuando principalmente nos seguintes temas: História da Arte; Arte Sacra; História do Barroco e do Rococó; Arte e Cultura em Minas Gerais.


29 de junho – 11h – “A iconografia da Cruz e do Cristo Crucificado no Primeiro Milênio” (Prof. Romolo Picoli Ronchetti)
A proposta da palestra é apresentar as primeiras representações da Cruz e de Cristo Crucificado bem como suas variações, ao longo do Primeiro Milênio

Prof. Romolo Picoli Ronchetti – realiza pesquisas na área de Arte, Teologia, Liturgia e Espaço Litúrgico (arquitetura e arte sacra)  e desenvolve projetos e obras de arte em Espaços litúrgicos no Brasil e no exterior.


06 de julho – 11h – “A deposição da cruz 1435-1440,  Rogier van der Weyden” (Prof. Drª. Arlene Perez)
Apresentação da pintura e do pintor, discussão sobre a crucificação (história e achados arqueológicos), discussão médica sobre mecanismos de morte na crucificação, avaliação e reconhecimentos dos personagens presentes na cena.

Drª. Arlene Perez – Graduação em Medicina na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.  Residência e preceptoria em Clínica Médica Geral no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.


19 de julho – 16h “Renascimento e grandes Senhorias italianas: uma introdução” (Prof. Dr. Oscar Luigi Marzorati)
“O encontro propõe oferecer uma visão geral e introdutória sobre a importância que tiveram as grandes Senhorias italianas na construção de um patrimônio artístico e cultural entre os mais significativos da história mundial, o qual, dentro de um processo histórico, determinou o começo da modernidade: o Renascimento”.

Palestrante: Prof. Dr. Oscar Luigi Marzorati, italiano da região do Lago de Como, é formado em Arquitetura e Urbanismo pelo Politécnico de Milão e em Patrimônio Artístico pela Universidade de Buenos Aires


Apresentação coral:
22 de junho (sábado) – 12h
06 de julho (sábado) – 11h

O Coral do Museu de Arte Sacra apresenta um repertório que une a tradição religiosa aos elementos da cultura popular. Com obras de compositores jovens e também consagrados do século XXI.

Regente – Denise Castilho Cocareli –  Doutora na área de Performance em Regência Coral pela ECA-USP, obteve título de Mestre em Música e é graduada em Licenciatura em Música pela mesma instituição, atuando, ao longo de sua formação acadêmica, especialmente nas áreas de Regência Coral e Educação Musical.

Não é necessário fazer inscrição
Atividades gratuitas sujeitas a lotação
Local: Oficina Cultural Oswald de Andrade – Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro

Compartilhar