Prof. Dr. Marcos Horácio Gomes Dias

JULHO DE 2023

Objetivo:  A partir de Portugal, a peregrinação se fez por vários caminhos até atingir a cidade santa de Santiago de Compostela na Galícia, região hoje pertencente à Espanha. Peregrinos, eremitas, saltimbancos, comerciantes e artistas circularam constantemente por esses caminhos e levaram suas histórias para lugares que vão muito além de Portugal. Essas diversas rotas eram compostas por diversas aldeias e vilas que também já tinham assistidos a diversos milagres e eram terras natais de santos e santas. Cada uma delas têm sua própria história, particularidades internas e condições que a distinguem. A proposta desse curso in loco é reviver um pouco os passos dos antigos peregrinos, conhecer locais que são importantes para a construção da tradição portuguesa que posteriormente formaria o espírito religioso e identitário do povo brasileiro. Para isso, foram escolhidas algumas cidades que apresentam monumentos ou edifícios importantes que ajudam a reconstruir a memória dessas rotas. Sabendo como é importante o espaço urbano como palco e cenário para a construção da memória e da História, busca-se entender a construção da identidade religiosa cristã ibérica, a arte produzida ao longo dessas rotas, a criação e a chegada de diversas ordens religiosas em Portugal caminhando por ruas e praças, visitando igrejas, templos, palácios e edifícios diversos.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

Apresentar o espaço urbano, a arte e a cultura como material reflexivo; Analisar, criticar e contextualizar o fenômeno da peregrinação durante a Idade Média. A arte em ruas, praças, igrejas, templos, palácios e demais edifícios.  Mostrar a religião e a arte como um campo interdisciplinar do conhecimento: Literatura, História, Filosofia, Sociologia, Antropologia, Psicologia, Teologia etc.; Escolher temas específicos para diversos trabalhos de pesquisa e estimular a produção de projetos em que a utilização da arte, do espaço urbano e da História do Cristianismo estejam presentes.

– Passagem Aérea Cia aérea TAP – São Paulo/Lisboa/Porto/Lisboa/São Paulo
– 11 noites em hotéis de 4 estrelas com café da manhã e jantar (bebidas não incluídas); Ônibus privativo de acordo com o programa (não inclui serviços noturnos);
– Guia em português de acordo com o programa (não inclui serviços noturnos); Entradas nos monumentos:
– Mosteiros de Alcobaça Mosteiro da Batalha Convento de Cristo, Tomar Catedral, Porto
-Catedral, Viseu
– Museu Arte Sacra, Amarante
– Igreja dos Clérigos, Vila Real
– Igreja de São Pedro, Vila Real
– Visita ao Palácio de Mateus, Vila Real
– Igreja Matriz de Santa Maria Maior, Chaves
– Santiago de Compostela
– Guia local para Meio dia Santiago de Compostela;

– Visita de uma cave no Porto com prova de vinho;   Passeio das pontes (50 Minutos)
– Taxas de cidade
– Representante do Museu
– Representante da Agencia

– Almoços
– Bebidas
– Maleteros
– Gratificações

08/11 Julho 2023 – Hotel Olissippo Marques de Sá 4*, Lisboa
www.olissippohotels.com/en/Hotels
11/19 Julho 2023 – Vila Gale Porto 4*, Porto
www.vilagale.com/pt

Saída dia 07 de julho – às 15h30 do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos
Rod. Hélio Smidt, s/nº – Aeroporto, Guarulhos
Chegar no aeroporto às 12h30

1º DIA. 08/07/2023 – LISBOA/CABO DA ROCA – DEPENDE DO HORÁRIO DE CHEGADA

Chegada a Lisboa. Dependendo do horário de chegada, seguem para o Cabo da Roca, situado no ponto mais ocidental de Portugal continental e, portanto, da Península Ibérica e da Europa continental. Era conhecido pelos romanos como Promontorium magnum , e na época da vela como o “Rochedo de Lisboa”. O poeta Luís de Camões definiu o Cabo da Roca como o lugar “onde a terra acaba e o mar começa”

Regresso a Lisboa. Jantar e acomodação.

2º DIA. 09/07/2023 – ALCOBAÇA/BATALHA

O Mosteiro de Acobaça é um complexo monástico católico localizado na cidade de Alcobaça, no centro de Portugal, cerca de 120 km ao norte de Lisboa. O mosteiro foi fundado em 1153 pelo primeiro rei português, Afonso Henriques, e viria a desenvolver uma estreita relação com a monarquia portuguesa ao longo dos seus sete séculos de história. A igreja e o mosteiro foram os primeiros edifícios góticos em Portugal e, juntamente com o mais antigo Mosteiro Agostiniano de Santa Cruz em Coimbra, foi um dos mais importantes mosteiros medievais em Portugal. Devido à sua relevância artística, cultural e histórica, foi incluído na lista do Patrimônio Mundial da UNESCO em 1989.

O Mosteiro de Santa Maria da Vitória, mais vulgarmente conhecido por Mosteiro da Batalha, foi construído para comemorar a vitória      dos portugueses sobre os castelhanos na batalha de Aljubarrota em 1385.

O mosteiro dominicano da Batalha foi durante dois séculos um grande canteiro de obras da monarquia portuguesa onde se desenvolveu um original gótico nacional, profundamente influenciado pela arte manuelina. O claustro real é uma verdadeira obra-prima e a ilustração perfeita desse período. O monumento está listado como Patrimônio Mundial da UNESCO. Regresso a Lisboa. Jantar e acomodação.

3 º DIA. 10/07/2023 – FÁTIMA

Visita a Fátima, lugar de peregrinação. Regresso a Lisboa. Jantar e acomodação.

4 º DIA. 11/07/2023 – LISBOA/TOMAR/PORTO

Saída em direção a Tomar. Visita do Convento de Cristo, construído por ordem dos templários por volta de 1160, sob o impulso do mestre da província, Gualdim Pais (1156-1196), durante as guerra de Reconquistas. No interior da fortaleza encontra-se o convento da Ordem de Cristo que reúne todos os estilos arquitetônicos praticados em Portugal através dos tempos. Diz-se que a igreja, como algumas outras igrejas do Templo na Europa, foi modelada após a Mesquita de Omar em Jerusalém, que os cruzados acreditavam erroneamente ser um remanescente do Templo de Salomão.

Chegada ao Porto para jantar a acomodação.

5 º DIA. 12/07/2023 – PORTO

Visita da cidade do Porto, passando por vários monumentos. Visita da Sé.
De tarde, visita de uma cave com prova de vinho do Porto. Passeio das pontes no Rio Douro. Jantar a acomodação.

6º DIA. 13/07/2023 – PORTO/VISEU/PORTO

Povoado durante o período da cultura castreja ibérica inicial e importante rota medieval no centro de Portugal, o território de Viseu foi povoado por uma série de culturas incluindo os romanos, suevos, visigodos e  mouros. Durante  a  ocupação  romana  da  Península  Ibérica, Viriathus, líder rebelde dos Lusitanos, presume-se ter vivido por um tempo nas proximidades. Durante a Idade Média, a cidade serviu frequentemente de sede para nobres visigóticos (como o rei Roderic), e é considerada um dos prováveis berços de Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal. Visita do centro histórico, passando pela Igreja da Misericórdia, Praça D. Duarte e a Catedral de Viseu (visita).

Regresso ao Porto. Jantar a acomodação.

  • º DIA. 14/07/2023 – PORTO/LAMEGO/PORTO

Com origens anteriores à ocupação romana da Península Ibérica, Lamego é conhecida pelo seu centro histórico, tendo uma longa história como principal cidade da antiga Província de Trás-os-Montes e Alto Douro. Reza a lenda que as primeiras Cortes portuguesas foram realizadas em Lamego, em 1143.

Passeio pelo centro histórico e visita do Santuário de Nossa Senhora dos Remédios. Regresso ao Porto. Jantar a acomodação.

  • º DIA. 15/07/2023 – PORTO/AMARANTE/PORTO

O primeiro edifício de destaque erguido na área de Amarante foi provavelmente a Albergaria do Covelo do Tâmega algures no século XII, por ordem da Rainha D. Mafalda, esposa de D. Afonso Henriques. Esses tipos de abrigos eram construídos em pequenos assentamentos e eram utilizados pelos viajantes, principalmente os pobres que transitavam pelo território. Assentamentos permanentes fixaram-se em torno das igrejas locais, como a Igreja de São Veríssimo e a Igreja de Lufrei, resultando em crescimento ao longo dos anos. A aglomeração urbana de Amarante tornou-se importante e ganhou visibilidade com a chegada de Gonçalo (1187-1259) um frade dominicano natural de Tagilde (Guimarães) e um importante santo para a cultura brasileira, que se instalou na zona na sequência de uma peregrinação a Roma e Jerusalém. Ele foi fundamental para o desenvolvimento da região, com muitas estruturas locais atribuídas aos seus esforços, incluindo a construção da ponte de pedra sobre o rio Tâmega. Após a sua morte, Amarante tornou-se destino de romarias e cresceu substancialmente. Podemos ver a Ponte São Gonçalo e passagem pela Igreja de São Gonçalo e Igreja de São Domingos. Visita do Museu de Arte Sacra.

Regresso ao Porto. Jantar a acomodação.

  • º DIA. 16/07/2023 – PORTO/VILA REAL/PORTO

No final do século XI, em 1096, D. Henrique, Conde de Portugal, redigiu um foral, documento régio que tinha por finalidade estabelecer e regular uma vila, estabelecendo Constantim de Panóias como forma de repovoar a região. A localização privilegiada de Vila Real no cruzamento entre as estradas Porto – Bragança e Viseu – Chaves permitiu um crescimento constante ao longo dos séculos. A partir do século XVII, a Casa de Vila Real atraiu a nobreza a tal ponto que durante esse tempo a cidade albergou mais membros da família real do que qualquer outra povoação em Portugal, depois da capital em Lisboa. Os brasões familiares permanecem ainda localizados nos antigas casas e solares, alguns dos quais ainda ocupados por essas famílias.

Visita às Igreja dos Clérigos e Igreja de São Pedro. Visita ao Palácio de Mateus (Jardins) Regresso ao Porto. Jantar a acomodação.

  1. º DIA. 17/07/2023 – PORTO/CHAVES/PORTO

O povoado localizava-se na confluência de três importantes estradas romanas: Bracara Augusta, Asturica e Lamecum, que atravessavam a província romana de Gallaecia, ligando Roma aos recursos naturais da região. Era um centro militar conhecido pelas suas termas, que perduraram até ao século XVI. Foi invadida por tribos proto-germânicas dos Suevos , Visigodos e Alanos que acabaram por colonizar as povoações imperiais de Chaves. Devido à sua localização geográfica (na fronteira norte de Portugal com Espanha), o rei D. Dinis ordenou a construção de um castelo para proteger a fronteira do reino.

Poderemos ver a ponte Trajano, Torre de Menagem e Igreja Matriz de Santa Maria Maior. Regresso ao Porto. Jantar a acomodação.

  1. º DIA. 18/07/2023 – PORTO/SANTIAGO DE COMPOSTELA/FINISTERRA/PORTO

Santiago de Compostela está localizado na província de La Coruña, na comunidade autónoma da Galiza (Espanha). A peregrinação ao túmulo de Tiago     filho     de     Zebedeu foi     uma     das      mais     importantes      do     cristianismo     na Idade     Média,     junto      com     as     de Jerusalém, Roma e Tours. Praticamente desaparecida no século XIX , experimentou um entusiasmo renovado no século XX.

No século IX , segundo a história relatada na Concordia de Antealtares, escrita por volta de 1077, vivia ali um eremita chamado Pelágio que recebeu a revelação do local do túmulo de São Tiago, sinalizado por luzes sobrenaturais. Alertado, o bispo de Iria Flavia (agora Padrón), Theodomir, decide três dias de vigília e oração e ordena escavações durante as quais o “corpo santo” é encontrado. A partir desse momento, começa a construção de um edifício que passa por várias reformas através dos tempos e que se torna um dos lugares de peregrinação mas importantes da cristandade. Os monumentos mais antigos estão agrupados em torno do túmulo de Santiago e da catedral, que contém o notável Pórtico de la Gloria, considerado a obra culminante da escultura românica.

Visita à Catedral de Santiago de Compostela. Visita de Finisterra, onde podemos encontrar a Igreja de Nossa Senhora das  Arenas onde  está imagem do Santo Cristo de Finisterre, ou o “Cristo da Barba Dourada”, diante da qual se prostravam os milhares de peregrinos que chegavam lá e ter realmente a sensação de ter finalizado sua peregrinação. Regresso ao Porto. Jantar a acomodação.

12º DIA.  19/07/202 SAIDA PORTO
Traslado para o aeroporto do Porto.

 Roteiro sujeito a alterações devido a comemorações religiosas ou atividades públicas que não são informadas ou planejadas com antecedência pelos seus organizadores.

INVESTIMENTO:

Preço por passageiro | €Min. 25
Em quarto duplo / Twin €: 5.876,00
Suplemento de Single €: 806,00

Reserva da vaga – R$ 500,00, caso a viagem não aconteça, o valor investido será devolvido integralmente.
Forma de Pagamento: Entrada de 30% Saldo em 10 vezes sem Juros nos cartões de credito.

Regras de cancelamento:
Após compra efetuada multa de cancelamento será de 20% sobre o valor total do pacote antecedentes a 120 dias, após este prazo a multa correspondera.

De 119 a 60 dias antes da partida – multa de 50%   sobre o valor do pacote.
De   59 a 15 dias antes da partida – multa de 75%   sobre o valor do pacote.
De   14 a   0 dias antes da partida – multa de 100% sobre o valor do pacote.

SAÍDA:  dia 07 de julho de 2023  – às 15h30 do Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

RETORNO: dia 19 de julho de 2023 – chegada prevista em São Paulo – 05h30 no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos

VAGAS – 35
IMPORTANTE – O GRUPO SÓ IRÁ SAIR COM 25 ALUNOS
Inscrições e informações: mfatima@museuartesacra.org.br
Informações: (11) 3322-5393 – 11 98174-3483

Compartilhar