O bucólico Jardim do Claustro, no Museu de Arte Sacra de São Paulo, é uma pequena ilha de tranquilidade em meio a uma das regiões mais movimentadas e barulhentas da cidade. Rodeado pelo representativo acervo de arte religiosa que vai do século XVI ao XX, tem uma pequena fonte em seu centro e o ruído da água a correr é um convite à meditação e ao devaneio.

convite

Esse espaço mágico receberá, no dia 17 de setembro, às 15 horas, um concerto com música sacra e árias de óperas de Bach, Giardini, Mozart, Dubois, César Franck, Gounod, Fauré, Puccini, Malotte e Holst. A apresentação está a cargo do Opera in Corso, grupo que nesse recital contará com os sopranos Ariadne Menegon, Paula Garcia Psillakis, Solange Gonçalves e Suzana Schainberg, o mezzo-soprano Heloísa Junqueira, o tenor Eli Lobato, o barítono Joao Paulo Ribas e o baixo Paulo Menegon. O grupo tem como objetivo levar o canto lírico a públicos e lugares que normalmente não têm acesso esse tipo de espetáculo e conta com a direção vocal do professor Carmo Barbosa. Acompanhando os cantores estará o pianista Daniel Gonçalves e os Acordeões da Liberdade, composto dos músicos Gabriel Levy, Donaldo Guedes e Eli Lobato.

Será uma viagem pela música erudita e pela arte de caráter religioso totalmente de graça. Marque em sua agenda. Os lugares são limitados. O museu está localizado na avenida Tiradentes, 676, no bairro da Luz com entrada (e vagas limitadas de estacionamento gratuito) na rua Jorge Miranda, 43. Para quem vai de metrô, a estação é a Tiradentes.

Compartilhar