Esta é uma visita integrada, com parceria entre o Museu de Arte Sacra de São Paulo (MAS SP), o Instituto Bixiga e o Museu de Território dos Aflitos (MTA).

Os bairros da Liberdade, Bixiga e Luz se configuraram, desde o século XVIII, como territórios de presença indígena, preta e parda, nos quais igrejas, capelas, irmandades e pastorais foram formados, de modo a dar vazão ao catolicismo negro e ao sincretismo com as religiões de matriz africana.

A atividade faz parte do calendário do mês da Consciência Negra, propondo abordar especificidades e ativar memórias relativas às devoções negras, materializadas nos altares, retábulos, oratórios e imagens; e presentes em lugares de manifestação do catolicismo afrodiaspórico.


A programação acontecerá em três sábados do mês de novembro:

  • Dia 12/11 – Bairro da Liberdade, das 14hs às 16hs: visita aos locais de memória e resistência negra, alguns já demolidos, com visita à Capela dos Aflitos.

  • Dia 19/11 Caminhada pelo bairro do Bixiga, das 10hs às 12hs: visita aos locais tradicionais de manifestações de devoções negras, incluindo os locais onde existiram o Quilombo Saracura e a sede da escola de samba Vai-Vai.

  • No dia 26/11 – MAS SP, das 14hs às 16hs, a visita ao acervo do Museu apresentará peças ligadas ao tema, incluindo imagens da Capela dos Aflitos e da Igreja dos Remédios, e finalizará com uma oficina de cartografia afetiva, quando memórias serão identificadas e demarcadas no mapa do Estado de São Paulo.

Inscrições: https://forms.gle/Vb77iNWXJVfhgCQ3A

Compartilhar