Conteúdo:
Hoje reconhecido como forma de expressão artística, por muito tempo o cinema foi encarado apenas como um tipo de entretenimento destinado às camadas populares. A chamada “fotografia em movimento” foi vista, inclusive por vários de seus fundadores, como uma moda passageira, uma curiosidade que se esgotaria na medida em que decrescesse o interesse das pessoas em ver na tela a mesma realidade que tinham à sua volta.

Porém, a partir da descoberta das possibilidades de trucagens executadas com a utilização de máscaras, dupla exposição da película, parada da câmera entre outras, um novo universo se descortinou. A realidade cinematográfica se viu livre das limitações concretas do cotidiano e o mundo ficcional adquiriu o talento de refletir a imaginação de seus criadores.

O interesse dos espectadores de certa forma obrigou os profissionais do cinema a buscar o aperfeiçoamento constante, e já no início do século XX foram fixados os parâmetros do que se convencionou chamar de “linguagem clássica”. Planos, movimentos de câmera e enquadramentos passaram a compor a linguagem cinematográfica, numa sintaxe cujos elementos até hoje estão presentes e são por nós reconhecidos.

A palestra faz um recorte da história do cinema, partindo de seus primórdios, mostrando a criação da linguagem clássica e apresentando seus elementos básicos, desvendando o modo como a articulação destes elementos compõe uma narrativa cuja matéria prima são as imagens.


Palestrante
Iara Baptista Pasta
é graduada em História e em Comunicação Social e Especialista em Comunicação e Educação pela Universidade de São Paulo. Formação em cinema pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (Extensão) e em cursos com os críticos cinematográficos Inácio Araújo (Folha de São Paulo) e Marcelo Lyra (O Estado de São Paulo e Jornal da Tarde).


Data: 17 de agosto de 2019 (sábado)
Horário: das 14h00 às 16h00
Atividade gratuita
Não é necessário fazer inscrição, por ordem de chegada, capacidade da sala 50 lugares.
Informações: (11)5627-5393 – mfatima@museuartesacra.org.br
Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo
Endereço: Avenida Tiradentes, 676, Luz. Metro Tiradentes.
Estacionamento gratuito (ou alternativa de acesso): Rua Jorge Miranda, 43
Estacionamento sujeito à lotação

Ao final da palestra será oferecido o certificado de participação.

Compartilhar