Comunicamos que o evento não será mais realizado no dia 19 de março de 2020, quinta feira.
Uma vez que o evento foi suspenso, entraremos em contato brevemente quando houver uma nova data para sua execução.
Desde já agradecemos pela oportuna atenção e pela dedicação de todos os envolvidos até este momento e, contamos com a compreensão de todos no sentido de continuarmos nosso trabalho com vistas ao projeto Festival de Música para Cravo 2020 voltar a ser realizado assim que possível. Nosso agradecimento aos parceiros e em especial à cravista ANA CECÍLIA TAVARES que se apresentaria no próximo dia 19, a quem reiteramos nossos desejos para que continue colaborando com este projeto.


A arte vai de trem no FESTIVAL DE MÚSICA PARA CRAVO 2020

Museu de Arte Sacra de SP e CPTM, uma parceria que está dando certo!

Trazem para o público ANA CECÍLIA TAVARES, cravista, numa apresentação especial na Estação da Luz.

Nesta apresentação serão executadas obras de Froberger, Fischer, Bach e Scarlatti.

O festival sempre traz cravistas renomados e que interagem com o público em um bate papo descontraído e bem didático sobre as músicas e o instrumento CRAVO.    Este instrumento, embora faça parte de muitas melodias nem sempre é identificado pelos ouvintes e, quando olham para o cravo, muitos imaginam que se trata de um “piano pequeno de dois teclados”.

Você vai matar sua curiosidade, vai ficar ao lado da cravista Ana Cecília Tavares vai participar de cada nota tocada por ela e até identificar as cordas do cravo que estão sendo utilizadas para emitir o som !!!      Essa apresentação é muito mais ousada do que um conserto, é uma interação entre o instrumento, o músico e o ouvinte, o público realmente participa.

Já estamos na terceira apresentação de 12 programadas para 2020, uma por mês, sempre com o mesmo espírito de participação interativa. O Festival de Música para Cravo foi elaborado por muitas mãos com a coordenação musical do Prof. Dr. Pedro Persone.

A ideia que o Museu e a CPTM vêm desenvolvendo em seus projetos é, aproximar diferentes públicos de atividades multiculturais, neste caso trata-se de apresentações musicais inusitadas, realizadas um mês na CPTM, na estação de trens, e outra no Museu de Arte Sacra, alterando entre dois ambientes distintos e bastante provocativos e para muitos públicos.

Nas apresentações realizadas na CPTM, como a do dia 19 de março, 5ª feira, são distribuídos aos participantes um “vale ingresso familiar” que dá direito a cada pessoa visitar o museu, juntamente com seus familiares, de 3ª feira a domingo das 09h00 às 17h00 acompanhado, com entrada franca.

Evento: “Festival de Música para Cravo
Data: 19 de março, 5ª. feira
Horário: 12h00
onde: Estação da Luz – Saguão principal

 EVENTO GRATUITO, ABERTO AO PÚBLICO, NÃO É NECESSÁRIO A RETIRADA DE INGRESSO ANTECIPADAMENTE


Sobre a cravista Ana Cecília Tavares:

Natural do Rio de Janeiro, radicada em Brasília. Mestre em cravo pela UFRJ, e especialização na França com a cravista Huguette Dreyfus no ciclo de Perfectionnement em cravo no Conservatoire National de Région de Rueil Malmaison, tendo obtido os prêmios Prix d’Excellence e Prix de Virtuosité.  Vencedora do VI Prêmio Eldorado de Música em São Paulo, gravou disco solo com obras de Marchand e Bach pelo selo Eldorado, e posteriormente o CD para cravo solo Bach/Froberger. Gravou álbuns com o Estúdio Barroco, sendo o último dedicado à compositoras dos Séculos XVII e XVIII, e um álbum com o Trio Barroco de Brasília. Com o cravista Marcelo Fagerlande, gravou a obra A Arte da Fuga, de J.S. Bach, em versão para dois cravos, e o CD Originais e Transcrições. Foi professora em Cursos Internacionais de Verão da Escola de Música de Brasília, deu aulas de cravo no CEP-Escola de Música de Brasília, participou como palestrante na Semana do Cravo da UFRJ em várias edições, foi integrante do grupo de pesquisa do livro Tratados e Métodos de Teclado e publicou resenha na Revue de Musicologie (França).

Compartilhar