O Educativo do Museu de Arte Sacra de São Paulo organiza visitas educativas para grupos escolares de diferentes ciclos desde a Educação Infantil até o Ensino Técnico e Superior.

Que tal conhecer as sugestões de roteiros desenvolvidas?

Caso queira saber mais sobre os roteiros pode nos mandar um e-mail para educativo@museuartesacra.org.br ou se preferir bater um papo ligue para (11) 3326-3336 e digite ramal 1.

Educação Infantil

Moradia – Destinado aos alunos de Educação Infantil de faixa etária entre 4 e 5 anos. Este roteiro propõe estabelecer relações entre a forma de morar da criança e o espaço do Museu de Arte Sacra de São Paulo, instalado no Mosteiro da Luz, edifício colonial construído em taipa. Propõe-se na visita, a partir de estratégias lúdicas (contação de histórias e jogos), o desenvolvimento da imaginação, da criatividade, de noções espaciais e das relações entre parte/todo dos participantes.

Fundamental Ciclo I

Coleções – Destinado aos alunos do 1º ano do Ensino Fundamental Ciclo I. Este roteiro propõe apresentar ao educando o universo dos museus a partir do ato de colecionar. Nesta perspectiva propõe-se uma aproximação do acervo do Museu com o cotidiano do visitante, valendo-se da ideia de que todos colecionam algo e que, para isso, uma série de cuidados são necessários. As ideias de cores, estabelecimento de conjuntos e raciocínio matemático serão estimuladas durante a visita a partir de atividades lúdicas.

Território – Destinado aos alunos do 2º ano do Ensino Fundamental Ciclo I. Este roteiro propõe evidenciar as relações entre o edifício do Mosteiro da Luz, prédio construído em taipa de pilão durante o período colonial em que está instalado o Museu de Arte Sacra, e o processo de transformação da região central da cidade de São Paulo. As noções de temporalidade, espacialidade e materialidade serão estimuladas durante a visita de maneira lúdica a fim de que o educando compreenda e localize sua escola e sua casa dentro do território da cidade.

Sonoridades – Destinada aos alunos do 3º ano do Ensino Fundamental Ciclo I. Este roteiro propõe uma reflexão sobre o som e a sua ausência seja quando nos deparamos com os objetos expostos no Museu de Arte Sacra ou com os ruídos produzidos na cidade. Desta forma, busca-se estimular no educando para além do sentido da visão, tradicionalmente explorado nas visitas às exposições, o sentido da audição estabelecendo relações com seu cotidiano.

Festas Populares – Destinado aos alunos do 4º ano do Ensino Fundamental Ciclo I. Este roteiro apresenta as festas populares, celebradas sobretudo no mês de junho, organizadas a partir da devoção às esculturas, prática remanescente da tradição colonial portuguesa. Propõe-se a partir da observação de tais esculturas, hoje salvaguardadas no Museu de Arte Sacra de São Paulo, e da realização de atividades lúdicas uma reflexão sobre a organização de festas populares bem como de suas transformações na contemporaneidade a fim de que o educando compreenda o binômio transformação-permanência e a festa enquanto espaço de convivência de grupos sociais distintos.

Patrimônio e Cidade – Destinado aos alunos do 5º ano do Ensino Fundamental Ciclo II. Este roteiro propõe evidenciar as relações entre o edifício do Mosteiro da Luz, prédio construído em taipa de pilão durante o período colonial em que está instalado o Museu de Arte Sacra, e o processo de transformação da região central da cidade de São Paulo. Neste sentido, serão explorados objetos do acervo que sejam indícios de ocupações passadas da urbe bem como de grupos sociais que se amalgamaram no processo de sua construção. A ideia é explorar o conceito de patrimônio cultural e em que medida o Museu e os agentes envolvidos em sua criação corroboram para sua difusão. As noções de temporalidade, espacialidade e materialidade serão estimuladas durante a visita, de maneira participativa, a fim de que o educando compreenda seu papel no processo de construção da cidadania e identidade.

Fundamental Ciclo II

Representação e Coleção – Destinado aos alunos do 6º e 7º ano do Ensino Fundamental Ciclo II. Este roteiro propõe apresentar ao educando o universo dos museus a partir do ato de colecionar. Nesta perspectiva, aborda a ideia da construção de representações artísticas enquanto uma maneira de difusão de símbolos e identidades seja de grupos ou de indivíduos que em dado momento passam a figurar no Museu. As noções de temporalidade, materialidade e alteridade são abordadas durante a visita para que o estudante compreenda seu lugar social na narrativa museológica proposta e, em última instância, entenda seu papel enquanto agente ativo no processo de (re)construção de identidades e memórias.

Patrimônio e Cidade – Destinado aos alunos do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental Ciclo II. Este roteiro propõe evidenciar as relações entre o edifício do Mosteiro da Luz, prédio construído em taipa de pilão durante o período colonial em que está instalado o Museu de Arte Sacra, e o processo de transformação da região central da cidade de São Paulo. Neste sentido, serão explorados objetos do acervo que sejam indícios de ocupações passadas da urbe, bem como de grupos sociais que se amalgamaram no processo de sua construção. A ideia é explorar o conceito de patrimônio cultural e em que medida o Museu e os agentes envolvidos em sua criação corroboram para sua difusão. As noções de temporalidade, espacialidade e materialidade serão estimuladas durante a visita, de maneira participativa, a fim de que o educando compreenda seu papel no processo de construção da cidadania e identidade.

Ensino Médio

Barroco Literário – Destinado aos alunos do Ensino Médio apresenta reflexões literárias sobre o período barroco a partir da observação de objetos tridimensionais. A visita organiza-se a partir de uma análise comparada na qual se busca mapear as características principais barrocas, isto é, seus aspectos estéticos e sobretudo a importância dessas obras na construção da sociabilidade durante o período colonial.

Ensino Técnico e Superior

Desenhança – Destinado aos estudantes de ensino superior e técnico de áreas afins tais como Arquitetura, Edificações, Desenho de Construção Civil, Meio Ambiente, Têxtil e Moda, Design, Design de Interiores, Comunicação visual e Artes Plásticas.
A fim de propiciar a compreensão estética do acervo do Museu de Arte Sacra a partir de uma perspectiva interdisciplinar foram desenvolvidos quatro roteiros temáticos: desenho de figura humana, desenho de paisagem/arquitetura, desenho de natureza e desenho de moda. Os visitantes são convidados a participar ativamente da visita por meio da realização de exercícios de desenho, nos quais tanto aqueles que já tem o hábito de desenhar como aqueles que nunca o fizeram são estimulados a perceber o acervo a partir de um olhar mais detido. Desta forma entram em contato com as soluções plásticas adotadas pelos artífices/artistas para mobilizar formas e materiais distintos com o objetivo de construir sentidos e difundir ideias, parte dos quais contemporaneamente tornaram-se inteligíveis para seus observadores.

Compartilhar