O Museu de Arte Sacra de São Paulo – MAS/SP, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, dando sequência às mostras comemorativas do seu Jubileu de Ouro – a ser completado em Junho de 2020 – exibiu, com a SOCIARTE, a coletiva de pinturas “Aqueles que devem ser lembrados”, com curadoria de Ruth Sprung Tarasantchi. Como o próprio título adianta, a mostra, composta por 85 obras, é pensada no sentido de destacar a produção de artistas brasileiros pouco conhecidos, quais sejam os cariocas Guttman Bicho, Manoel Faria e Aydea Santiago, bem como os paulistas Jurandir Ubirajara Campos e Edgard Oehlmeyer, todos raramente vistos em leilões e praticamente nunca expostos em museus.


Exposição:Aqueles que devem ser lembrados”
Artistas: Aydea Santiago, Edgard Oehlmeyer, Guttman Bicho, Jurandir Ubirajara Campos, Manoel Faria
Curadoria:
Ruth Sprung Tarasantchi
Número de obras: 85
Técnica: Pintura
Dimensões: Variadas

Compartilhar